• conversocomunicacao

A Estação das Histórias está no ar no projeto Conexão Cultural



Alunos da rede municipal de Betim, Caeté e Santa Bárbara recebem

os contadores de histórias Juvenal Bernardes e Denise Arantes.

Chegou a hora ver, na prática, as técnicas e ferramentas ensinadas no projeto Conexão Cultural. Na última etapa do projeto, a mostra Estação das Histórias visita as cidades de Betim, Caeté e Santa Bárbara, contemplando 11 escolas municipais. Quem comanda a Estação das Histórias são os contadores de história Juvenal Bernardes e Denise Arantes. Em Betim, o Estação das Histórias chega em 23 de junho. Em Caeté, em 28 de junho. E no dia seguinte, 29 de junho, em Santa Bárbara. Nas três cidades, a mostra tem tradução em libras, audiodescrição e espaço reservado para cadeirantes.

As escolas municipais de Betim que recebem a mostra Estação das Histórias, em 23 de junho (quinta-feira) são E. M. Maria da Penha dos Santos Almeida, às 7h20; a E. M. Professor Kássio Vinícius Castro Gomes, às 10h; e também a Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, às 15h.

Em Caeté, a Estação das Histórias chega no dia 28 de junho (terça-feira), para as escolas municipais E.M. Helena de Barros Pinheiro, às 8h; a E.M. João Monlevade, às 10h; e, às 15h, para as E.M. Dr. João Pinheiro, E.M. Hélio Cerqueira Peixoto, E.M. Colibri de Ensino Especial, reunidas no Cine Teatro.

Já em Santa Bárbara, o dia da Estação das Histórias é 29 de junho (quarta-feira), nas escolas municipais E. M. Marphiza Magalhães Santos, às 10h; a E. M. Iveta Moreira Novais, às 13h; e a E. M. Irmã Amandina Maria, às 15h.

A mostra Estação das Histórias faz parte do Ciclo de Resultados, o terceiro do projeto Conexão Cultural. O primeiro ciclo, de Mobilização, contemplou visitas às cidades integrantes (Arcos, Barão de Cocais, Betim, Caeté e Santa Bárbara), com mobilização do público. O segundo ciclo contou com quatro oficinas e uma jornada de palestras, oferecidas gratuitamente a professores do Ensino Fundamental 1 e 2, bibliotecários, profissionais que atuam em projetos e organizações sociais, artistas, agentes culturais e também para o público em geral.

O Conexão Cultural é apresentado por: Ministério do Turismo, Jaguar Mining, Lhoist e Rede Mater Dei de Saúde. Incentivo: Lei Federal de Incentivo à Cultura [Pronac - 184943]. Patrocínio: Jaguar Mining, Lhoist e Rede Mater Dei de Saúde. Gestão: Planeta Cultura & Sustentabilidade. Realização: Secretaria Especial de Cultura e Ministério de Turismo. O projeto também integra o Quadrilátero Criativo, iniciativa voltada para o fomento da economia criativa nos municípios do Quadrilátero Ferrífero.

Os contadores de histórias

Denise Arantes: Contadora de histórias há 19 anos, Denise Arantes atua na Hora do Conto - Boutique do Livro, ministra palestras e workshops em festas literárias,

em escolas, bibliotecas e eventos. Narrou trilhas sonoras de diversos comerciais, também da Festa Literária de Divinópolis e também gravou a narração de dois livros: ‘O perdão de Nelinha’, do autor e compositor Gê Lara e também do livro ‘Araxá’, de Luiz Carlos França. Integra o Grupo Encontro Contadores de Histórias, que completa 22 anos

em 2022. É idealizadora do primeiro encontro de contadores de histórias de Divinópolis - 'Baús de Trocas'.

Juvenal Bernardes: Palhaço, ator, escritor, cordelista e contador de histórias de Divinópolis, Juvenal Bernardes é um artista carismático, criativo e versátil. A contação de histórias (ou “estórias”, como prefere usar) entrou em sua vida em 2008, quando decidiu dar um novo rumo a sua trajetória artística. Participou de diversas oficinas, encontros, simpósios e apresentações. Em sua pesquisa, optou por contar as histórias populares, os contos de sabedoria e as narrativas de cordel. Atua em escolas, bibliotecas, livrarias, empresas, bem como praças e outros espaços. Também ministra oficinas de contação de histórias e palhaçaria. Como escritor, publicou “Aldebarã” (Gulliver Editora, 2013) e a coleção de cordel “A guerra do macaco com a onça” (Manuguita Edições, 2018).

Conheça as etapas do Conexão Cultural

A. Ciclo de Mobilização: com a

produção de conteúdos diversos com os participantes.

B. Ciclo das Oficinas: com o

objetivo de instrumentalizar profissionais que atuam na educação e na cultura.

os participantes inscritos passam a integrar uma rede de formação com agentes

dos cinco municípios, vivenciando diferentes técnicas e conectando-se com

profissionais de referência da música, das artes cênicas, das artes plásticas e

de projetos.

- A arte das histórias, com Renata Camargos - inscrições encerradas.

- Artesanato cênico: recursos para contar histórias, com Nana

Bernardes - inscrições encerradas

- Música em movimento: musicalização brincante, com Vivian

Fernandes - inscrições encerradas

- Máscaras da Folia de Reis: arte, patrimônio e festa, com Eco das Artes

- inscrições encerradas

- Ativando recursos para projetos

locais, com Flaviano Souza e Silva – inscrições

encerradas

C. Ciclo de Resultados: após as

oficinas e palestras, será organizada uma Mostra Artística em formato híbrido

(presencial e on-line), em que espetáculos em formato híbrido serão montados,

trabalhando os conteúdos de todas as cidades.

Serviço

Conexão Cultural – Histórias

para encantar, conectar e crescer!

Estação das Histórias

Em Betim – dia 23 de junho (quinta-feira)

7h20 - Escola Municipal Maria da Penha dos Santos Almeida

10h - Escola Municipal Professor Kássio Vinícius Castro Gomes

15h - Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade

Em Caeté – dia 28 de junho (terça-feira)

08h - Escola Municipal Helena de Barros Pinheiro

10h - Escola Municipal João Monlevade

15h - Cine Teatro, com participação das escolas Escola Municipal Dr. João Pinheiro, Escola Municipal Hélio Cerqueira Peixoto, Escola Municipal Colibri de Ensino Especial

Em Santa Bárbara – dia 29 de junho (quarta-feira)

10h - Escola Municipal Marphiza Magalhães Santos

13h - Escola Municipal Iveta Moreira Novais

15h - Escola Municipal Irmã Amandina Maria

Para conhecer o projeto Conexão Cultural: https://planetacultura.com.br/conexao-cultural/